Sobre amar nos tempos do tinder

Ele passou um ano comentando sobre como desejava encontrar um amor, sentir-se arrebatado e tirar os pés do chão. Foi no tinder que ele a conheceu. Linda e engraçada, foi assim que ele a descreveu.Engataram um namoro, mas ela morava pra lá da zona oeste e não sabia dirigir, o namoro então começou a ruir, disposto a encontrar defeitos onde pudesse encontrar ele conseguiu. Por fim, voltou pro tinder, afinal ele quer amar, mas precisa ser alguém como definiu Cazuza, que “caiba no seu sonho”. Ora que contradição, pois, para poder tirar os pés do chão é preciso sair da zona de conforto. Quanto tempo vai levar pra história se repetir? Vamos acompanhar ouvindo Cazuza “Senhor piedade,lhes dê grandeza e um pouco de coragem”.

Published by

Ana

Sou psicóloga, professora universitária, mestra em psicologia clínica e questionadora de fatos e condições que limitam o ser humano. Neste espaço escrevo sobre relacionamentos, cinema, pais e filhos, atualidades, universo feminino e educação. O divã é seu, fique confortável para olhar para si e revelar-se.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s