Menos certezas, mais experiências!

Essa semana tive contato com a história de um casal que se conheceu pelas redes sociais, descobriram afinidades e iniciaram um relacionamento, mas não conseguiram ficar juntos muito tempo. O homem achava-se muito mais velho que a mulher e temia que ela o deixasse porque ele não poderia ter filhos. Ele terminou o relacionamento através de uma mensagem, (estranho?! Ou será uma característica de uma sociedade cada vez mais habituada a se relacionar pelo celular?), alegando não ter coragem de terminar pessoalmente. Ela ficou arrasada. Mas com o passar dos dias percebeu que deveria investir sua energia em sua própria vida. Ele por sua vez permaneceu cheio de certezas e poucas experiências. Alguém conhece uma história semelhante? Quantas vezes por medo deixamos de viver coisas boas? Quem garantia que ela o deixaria? E por outro lado como disse o poeta o amor, ah o amor…que seja eterno enquanto dure. Então permita-se.